Aconteceu na última sexta-feira, 24, no Auditório da Secretaria Municipal de Saúde reunião com representantes do comércio, CDL e Pastores Evangélicos a convite do prefeito Alberto Narcizo da Cruz Neto (Beto Caju). Estiveram presentes os secretários municipais José Reis (Indústria, Comércio e Turismo), Fátima Melo (Saúde) e João Lima (Assuntos Técnicos Governamentais).

O objetivo da reunião foi discutir a possibilidade de reabertura do comércio local e templos religiosos. “ Sei que esta pandemia afetou a economia mundial e no Brasil não seria diferente”, alertou o prefeito Beto Caju. “ Estou preocupado com a saúde da população, mas também sensível ao problema do fechamento parcial do comércio, da situação financeira das empresas na geração de empregos e renda e principalmente no impacto na economia do Município, onde após a pandemia nossos recursos a exemplo do royalties caiu consideravelmente”, relatou Beto. Quanto aos templos evangélicos e demais religiões o prefeito entende que neste momento de isolamento social e que gera medo e ansiedade, a população precisa do fortalecimento da sua fé.

A todo momento o prefeito externou a sua posição pessoal favorável à reabertura, porém condicionada às normas técnicas da OMS (Organização Mundial de Saúde) e do Ministério da Saúde, que já discutem na esfera federal os cuidados necessários para não haver aglomerações nesses estabelecimentos.

Vale ressaltar que no último dia 23, o Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério Público do Estado de Sergipe (MP-SE) recorreram ao Tribunal Regional da 5ª Região (TRF-5) com determinações para que o Governo do Estado impedisse a flexibilizacão das regras de distanciamento social antes da realização de testes em massa do Covid-19 na população e ampliação de leitos para o atendimento exclusivo desses pacientes.

Diante deste fato de determinação jurídica o prefeito Beto Caju explica que é prudente aguardar e cumprir, pois a flexibilização neste momento implicará em sanções judiciais e criminais contra a gestão pública.

No desenrolar da reunião ficou acordado entre os representantes dos segmentos presentes e representantes legais da gestão que assim que houver mudança de entendimento da Justiça quanto à flexibilização das medidas de isolamento social, de imediato a gestão formalizará um Decreto Municipal autorizando a reabertura do comércio e Templos Religiosos de qualquer ordem, com regras de cuidados essenciais à não propagação do vírus.

Gabinete do Prefeito
Prefeitura Municipal de Carmópolis
Trabalhando pra você